Noticia

Câmara de Vereadores discute cirurgias do processo transexualizador

Reunião contou com a presença da Defensora Pública Camille Vieira da Costa

Atualizado em 22/11/2017

 

O Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) participou na última quarta-feira (08) de uma reunião na Câmara dos Vereadores de Curitiba sobre as cirurgias para processo transexualizador, que passarão a ser realizadas pelo Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (HC-PR).

Após aprovação orçamentária pelo Secretário da Saúde do Estado, Michele Caputo Neto, o tema ganhou destaque e foi debatido após abertura de espaço pela vereadora Maria Letícia Fagundes (PV), presidente da Comissão de Saúde, Bem-Estar Social e Esporte da Câmara.

A defensora pública Camille Vieira da Costa destacou que a realização das cirurgias não vai prejudicar o andamento dos demais procedimentos hospitalares, pois haverá uma fila e uma estruturação dos atendimentos. “Esta população sofre com tratamentos sem acompanhamento médico, que causam graves problemas de saúde, e também enfrentam diversos tipos de violência em espaços como a escola”, explica a defensora. Com isso, não são raros os casos de ansiedade, depressão e até mesmo suicídio. “Foi muito importante levar esta discussão para o espaço da Câmara, porque a população precisa ser informada de que esta decisão será boa para todos”, avalia.

 

Apoio à decisão

O CRP-PR apoia a decisão da Secretaria da Saúde e entende que este é um importante avanço em prol dos direitos da população transexual paranaense. Após reunião realizada no dia 23 de outubro, o CRP-PR enviou um ofício ao Secretário, Michele Caputo, parabenizando-o pela decisão.

O Assessor de Políticas Públicas do CRP-PR, Psicólogo Cesar Fernandes (CRP-08/16715), afirma que é preciso monitorar as ações, pois é possível que opositores do projeto tentem levar a discussão à Assembleia Legislativa do Paraná, o que poderia barrar a decisão já divulgada.