Noticia

CRP-PR e CEPED firmam parceria para curso em área de emergências e desastres

Reunião contou com participação de chefe do CEPED, Cap. Pinheiro, e da diretoria do CRP-PR

Atualizado em 13/07/2017

 

Capitão Eduardo Pinheiro (à esquerda) conversou com membros da diretoria na última sexta-feira (23)

 

Na última sexta-feira (23), a diretoria do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CRP-PR) formalizou uma parceria com o Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres (CEPED/PR) para oferta de cursos de capacitação a Psicólogas(os).

A reunião aconteceu com o Capitão Eduardo Gomes Pinheiro, chefe do CEPED, que reforçou a importância da parceria firmada entre as entidades. Os cursos planejados pelo CRP-PR e pelo CEPED/PR terão por objetivo oferecer capacitação para as(os) Psicólogas(os) que atuam nas ações de defesa civil, além dar subsídios teóricos e práticos para as estratégias de intervenção em desastres.

 

Leia também: Nova Comissão de Psicologia Ambiental é aprovada em Curitiba

 

Emergências e desastres

A atuação da Psicologia em situações de desastres tem sido cada vez mais frequente. No entanto, a atuação profissional não pode ser movida apenas pela demanda, uma vez que requer capacitação técnica e exercício profissional com ética e competência.

Uma nota técnica emitida pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) em 2016 traz algumas orientações sobre a Gestão Integral de Riscos e de Desastres, relacionadas com a política de proteção e defesa civil. No texto, o CFP destaca a importância de a Psicologia se vincular às políticas e estratégias do Sistema Único de Saúde (SUS) para reduzir os riscos da população e profissionais da saúde em situações de epidemias, desastres socioambientais e tecnológicos, bem como desenvolver planos de saúde mental e atenção psicossocial, auxiliando na produção de protocolos e guias de atenção e cuidado nestes cenários.

No Paraná, a reestruturação do Sistema Estadual de Proteção e Defesa Civil levou à criação do CEPED/PR, cujo objetivo é estimular, agregar e formar uma rede de universidades cooperadas públicas e privadas e de profissionais e organizações em torno das ações necessárias para a redução de riscos de desastres.

Desta forma, o CEPED estimula a pesquisa para a produção de conhecimento e a inovação tecnológica e dissemina o conhecimento por meio de cursos voltados aos integrantes do sistema de proteção e defesa civil e para a sociedade de um modo geral, em temas relativos aos riscos e aos desastres.