Noticia

XI Encontro sobre Qualificação em Psicologia Hospitalar apresenta programas de residência e cursos de extensão na área

Psicólogas(os) dos principais hospitais de Curitiba aprofundaram as questões da Psicologia Hospitalar

Atualizado em 04/04/2017

Na tarde da última sexta-feira (10), profissionais e estudantes de Psicologia participaram do XI Encontro sobre Qualificação em Psicologia Hospitalar, cujo objetivo foi  apresentar locais que oferecem qualificação para a(o) Psicóloga(o) na área. O  evento ocorreu na sede do Conselho Regional de Psicologia do Paraná (CPR-PR), em Curitiba, e foi organizado pela Comissão de Psicologia Hospitalar do CRP-PR, coordenada pela Psicóloga Giovana Cristina Angioletti (CRP-08/09620).

Entre os presentes estavam a Psicóloga Iolanda de Assis Galvão (CRP-08/06456), do Hospital Erasto Gaertner; o Psicólogo Marcos Vinicius Zoreck Portela (CRP-08/04002), do Hospital de Clínicas/UFPR; a Psicóloga Luciana Távora Mira (CRP-08/05971), do Hospital Santa Casa de Curitiba; a Psicóloga Denise Ribas Jamus (CRP-08/11462), do Hospital do Idoso Zilda Arns – Feaes e a Psicóloga Angela de Leão Bley (CRP-08/11360), do Hospital Pequeno Príncipe.

Durante o evento, os profissionais explicaram sobre o  funcionamento do programa de residência em Psicologia Hospitalar nos hospitais em que trabalham.  Os cursos de extensão também foram abordados com a apresentação da  Psicóloga Raphaella Ropelato de Souza (CRP-08/10276), que representou o curso Care Psicologia Hospitalar. Já a Psicóloga Vanessa Tiemi Duarte (CRP-08/22307) falou sobre a sua experiência no programa de residência em Saúde da Mulher do Hospital de Clínicas/UFPR.

A Psicóloga recém-formada Agnes de Brito Lima (CRP-08/24093), uma das participantes do evento, ainda não tem certeza se pretende seguir na Psicologia Hospitalar, mas para ela o encontro foi fundamental para conhecer mais sobre a área e esclarecer muitas dúvidas. “Eu achei que o encontro foi muito rico e muito importante, porque trouxe várias residências e vários cursos que eu não sabia que existiam. Trouxe uma possibilidade, uma ideia mais ampla do que fazer.”